7 DICAS PARA LOJISTAS: VENDA MUITO MAIS E AUMENTE SEU FATURAMENTO!

sexta-feira, 9 de agosto de 2019 11:30:13 America/Sao_Paulo

7 dicas para lojistas venderem muito mais!

Para cada situação, é possível elaborar práticas que contribuem para o bom funcionamento do sistema. Para o caso de lojistas de calçados, isso não é diferente.

Neste post, reunimos sete dicas para lojistas, com foco nas melhores práticas de gestão e pontos de vendas. Confira!

1. Faça o controle de estoque

O controle de estoque é um elemento fundamental para qualquer loja. É preciso saber, a todo momento, quantos e quais produtos entram e saem.

Quanto maior o volume de produtos, mais complicado será o gerenciamento do estoque. Por isso, estabelecer processos bem definidos desde o começo do negócio permitirá que ele cresça continuamente com segurança.

Portanto, a prática de registrar as entradas e saídas desses produtos deve ser constante. Isso pode ser feito de diversas maneiras, a depender do modo como o negócio é administrado. Hoje, existem softwares para automatizar essa tarefa.

As etiquetas nos produtos também auxiliam nesse trabalho. Os códigos de barras, operando junto com seus leitores, conferem rapidez no processo de registro dos itens de estoque.

2. Controle o fluxo de caixa

Uma importante dica para lojistas é sempre se atentar ao fluxo de caixa. O método se assemelha e trabalha juntamente ao controle de estoque. Por isso, é fundamental registrar todas as entradas e saídas de caixa, independentemente do valor.

A qualidade dos balanços financeiros implicará no sucesso do negócio, como um todo, dando apoio ao cumprimento de exigências jurídicas e garantindo que todos recebam e paguem de acordo com os contratos estabelecidos.

Investir em uma ferramenta de software pode facilitar esse processo de controle, ainda mais se ela integrar outros departamentos do negócio, como o próprio sistema de estoque, por exemplo.

dicas para lojistas
Avaliar constantemente o fluxo de recursos e a disponibilidade de capital de giro é fundamental para o sucesso financeiro de uma empresa. Foto: Carlos Muza

Mas, caso o negócio esteja no começo ou o orçamento seja curto, uma boa planilha de controle de fluxo de caixa é uma ótima opção.

O kit de planejamento anual para lojistas, desenvolvido pela Daniel Atacado, inclui dois e-books e uma planilha de fluxo de caixa. Para baixá-lo gratuitamente, clique no banner!


O ponto de venda (PDV) ou “
Point Of Sale” (POS) é a linha de frente do seu negócio. A experiência que um cliente tem dentro de uma loja física, por enquanto, ainda é muito diferenciada, quando comparada aos sites de e-commerce.

3. Gerencie o ponto de venda

Portanto, gerenciar seu PDV é de extrema relevância e impacta diretamente no volume de vendas. Há uma série de softwares que auxiliam nessa tarefa, comumente utilizados nos caixas dos estabelecimentos. Eles facilitam o trabalho dos atendentes, tornando o processo de venda muito mais prático e rápido.

4. Explore canais de comunicação

Mesmo se tratando de uma loja física, é fundamental dar importância a todos os canais de comunicação disponíveis para o negócio, desde mídias tradicionais e digitais até as linhas de atendimento por telefone ou chat.

Desse modo, investir em uma boa comunicação irá fazer a diferença para seus clientes. Uma análise do público-alvo do seu negócio ajuda a direcionar suas campanhas e publicações. Para alguns estabelecimentos, anúncios em “stories” no Instagram, podem fazer mais efeito do que utilizar chamadas em programas de rádio, por exemplo.

5. Treine as equipes

Para uma loja de calçados, o atendimento é um dos fatores determinantes na decisão de compra. Por mais que não haja garantias de que os clientes comprarão, após receberem um atendimento de má qualidade, eles não pensarão duas vezes antes de procurar outro lugar.

dicas para lojistas
Além do aumento das vendas, treinamentos garantem equipes capacitadas que ampliam o índice de satisfação dos clientes.

Por isso, treinar a equipe de vendas é dar a segurança necessária para que eles falem sobre os produtos e suas vantagens, assim como para que os clientes obtenham respostas rápidas, sempre que surgirem dúvidas.

Também é fundamental dar boas condições de trabalho para todos, oferecendo oportunidades de crescimento dentro da empresa. A satisfação dos funcionários com a gestão da equipe refletirá no atendimento oferecido por eles.

6. Atente-se à organização da loja

Quanto ao espaço físico, pequenos detalhes podem fazer a diferença. Uma dica é pensar em cada elemento que pode encantar o cliente de alguma forma, atraindo sua atenção. Alguns pontos a se pensar são:

  • A distribuição dos calçados pela loja – onde ficarão os mais vendidos e os recém lançados.
  • A organização das informações relevantes que necessitam de visibilidade, como a localização do caixa, seções de produtos e provadores (se houver).
  • Iluminação, decoração e música ambiente. Todos esses artifícios devem ser pensados de acordo com o público-alvo da loja.

7. Favoreça a relação com os clientes

A relação com o cliente começa muito antes da compra, e não deve terminar depois do ato. Estabelecer uma relação emocional é um meio de criar vínculos que podem resultar em muitas compras futuras.

Para que isso seja feito, é preciso conhecer o cliente, traçando um perfil detalhado de seus gostos, comportamentos e como ele prefere realizar suas compras.

Dessa forma, é possível criar estratégias para conquistar o consumidor, elaborando campanhas que atinjam diretamente seus interesses. Mais do que bons produtos, criar verdadeiras experiências de compra fazem a diferença.